Liga Premiada

Southampton prosperar sem Shaw, Lallana e estrelas de 2014

Como estão os jogadores que abandonaram o Southampton, segundo colocado, em seus novos clubes?

Luke Shaw

O Southampton está em segundo lugar na Premier League esta semana, depois que a vitória sobre o Stoke no sábado o colocou acima do Manchester City e, pela segunda temporada consecutiva, o Santos está desafiando as previsões daqueles que pensavam que teriam dificuldades.

Há um ano, após nove jogos da temporada, o Southampton estava em quinto lugar na Premier League com 18 pontos. Eles tinham acabado de empatar com o Man United em Old Trafford e o time de Mauricio Pochettino estava sendo saudado como o 'negócio real'.

No final, eles não conseguiram suportar um desafio dos quatro primeiros e o time terminou em um oitavo lugar na Premier League. Mas parecia que o sucesso seria uma faca de dois gumes para os Santos, à medida que clubes maiores saqueavam o St. Mary's durante o verão.



Com a saída do técnico e dos melhores jogadores, o Southampton foi considerado candidato ao rebaixamento.

Mas a equipe habilmente montada de Ronald Koeman está superando a safra do ano passado e os jogadores que saíram podem estar se arrependendo de suas decisões.

Mauricio Pochettino:

Enquanto Ronald Koeman está aproveitando a vida no topo da tabela, seu antecessor Mauricio Pochettino tem todos os motivos para evitar a companhia do presidente dos Spurs, Daniel Levy, depois de perder três de seus primeiros cinco jogos em White Hart Lane. Outra derrota no domingo, para o Newcastle, deixa o Spurs lutando pela 11ª colocação. Levy está sob pressão para dar ao seu mais recente treinador mais tempo do que outros treinadores do Spurs tiveram, mas o novo clube de Pochettino está oito pontos atrás do antigo.

Lallana, Lambert, Lovren:

Foi o Liverpool quem declarou a abertura da temporada em Southampton no verão, disputando três de seus melhores jogadores. O veterano atacante Lambert foi o primeiro a sair, e logo seguido pelo craque Lallana, o capitão do clube, e menos de um mês depois, o zagueiro Lovren se juntou ao êxodo. O Liverpool pagou um total de £ 49 milhões pelos três jogadores, representando um bom lucro de £ 38 milhões para o Southampton.

Nenhum dos jogadores teve uma boa largada em Merseyside. As dificuldades de Lambert no Liverpool foram ofuscadas pelas de Mario Balotelli, mas o atacante inglês ainda não jogou 90 minutos pelos Reds e não marcou gols em dez partidas. Lallana tem sofrido uma lesão desde que foi contratado pelo Liverpool e marcou um gol em dez jogos.

Lovren, que foi contratado para trazer aço para a defesa do Liverpool, viu sua equipe sofrer 12 gols no campeonato até agora nesta temporada. O placar limpo do Liverpool contra Hull, no sábado, foi apenas o segundo na temporada. Já o Southampton tem a melhor defesa da divisão e sofreu apenas cinco gols.

Luke Shaw:

Talvez a saída de maior destaque do verão tenha sido a do zagueiro Shaw, que se tornou o adolescente mais caro da história ao ingressar no Manchester United. O verão começou bem para o jovem de 19 anos que foi convocado pela Inglaterra para a Copa do Mundo, mas a partir daí as coisas começaram a dar errado.

Shaw teve uma derrota no terrível empate de 0 a 0 da Inglaterra com a Costa Rica antes de voar para casa com o resto do time. Mas o técnico do United, Louis van Gaal, declarou-se insatisfeito com a forma física de Shaw e contratou vários outros defensores do lado esquerdo.

Para piorar a situação, o adolescente foi descartado até o final de setembro, mas agora ele se estabeleceu na quarta defesa do United, embora não tenha causado o impacto que muitos previam.

Calum Chambers:

Arsene Wenger foi elogiado por ter conseguido uma transferência após assinar o lateral-direito adolescente Chambers por £ 16 milhões no verão e, em seguida, apresentá-lo como um zagueiro de classe. No entanto, como um dos apenas seis zagueiros seniores nos Emirados, foi uma apresentação difícil para o jovem de 19 anos, que foi forçado a jogar nas laterais da defesa nesta temporada, enquanto o Arsenal marcou mais do que o dobro de gols do Santos.

Sua saída também estabeleceu Nathaniel Clyne como o lateral direito titular do Southampton. Clyne tem sido muito impressionante para o Santos nesta temporada e ele pode muito bem ultrapassar Chambers na hierarquia da Inglaterra.