Notícias

Funcionários reais para ‘escrutinar’ o acordo de $ 150 milhões com a Netflix de Príncipe Harry e Meghan Markle

O duque e a duquesa de Sussex firmaram um acordo para produzir documentários e filmes para o serviço de streaming

Harry e Meghan

Ben Birchall / WPA Pool / Getty Images

A Família Real vai lançar um olhar crítico sobre um acordo multimilionário que o Príncipe Harry e Megan Markle assinaram com a Netflix, de acordo com uma fonte do palácio.

O insider disse ao Espelho diário que enquanto o duque e a duquesa de Sussex tinham desistir dos deveres reais com os melhores votos de todos, o casal concordou que quaisquer acordos comerciais estariam sujeitos a discussão.



Nem é preciso dizer que todos os negócios que estão fazendo serão examinados pela família real, acrescentou a fonte.

Os Sussex anunciaram no início desta semana que fecharam um acordo, avaliado em US $ 100 milhões (£ 75 milhões) e US $ 150 milhões (£ 113 milhões), para produzir documentários, documentários, longas-metragens, programas com roteiro e programas infantis para streaming gigante da Netflix.

Mas uma preocupação é como a lucrativa mudança de carreira parecerá para o público britânico, enquanto o casal ainda está reembolsando £ 2,4 milhões em dinheiro do contribuinte gasto na reforma de sua casa em Frogmore Cottage em Windsor, de acordo com o jornal.

The Mail on Sunday relataram em maio que Harry e Meghan haviam concordado em devolver o dinheiro sob um contrato de aluguel plus. O jornal disse que a dupla estava pagando apenas £ 18.000 por mês para manter Frogmore como sua base oficial britânica.

Após a notícia de seu acordo com a Netflix, a especialista da Royal Ingrid Seward disse ao Correio diário que o Príncipe Charles provavelmente ficará aliviado, já que eles estarão fora de sua folha de pagamento agora, e o público britânico ficará aliviado porque eles podem pagar o que devem agora no Frogmore Cottage, então é uma situação ganha-ganha.

No entanto, outros Royals podem estar se sentindo um pouco ofendidos, de acordo com O sol . O jornal relata que fontes dizem que a Rainha não foi informada do negócio pelos Sussex antes de ser anunciado e, em vez disso, recebeu a notícia por seus assessores.